Alexandre Chini, juiz auxiliar da Presidência do STJ, é eleito presidente do...

Alexandre Chini, juiz auxiliar da Presidência do STJ, é eleito presidente do Fonaje

COMPARTILHAR

O juiz Alexandre Chini Neto, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, foi eleito, nesta segunda-feira (29), presidente do Fórum Nacional de Juizados Especiais (Fonaje), para mandato de um ano.

Criado em 1997, o Fonaje tem como objetivo integrar magistrados atuantes no sistema de juizados especiais estaduais para aprimorar a prestação dos serviços judiciários e auxiliar na padronização dos procedimentos adotados no território nacional.​​​​​​​​​

O ministro Humberto Martins com o juiz Alexandre Chini Neto, presidente eleito do Fonaje. | Foto: Lucas Pricken / STJ

Atualmente, Alexandre Chini exerce a função de juiz auxiliar da Presidência do Superior Tribunal de Justiça (STJ). O presidente do tribunal, ministro Humberto Martins, comemorou a escolha do novo presidente do Fonaje.

"Com toda a sua experiência e o seu conhecimento, tenho a certeza de que o juiz Alexandre Chini levará uma grande contribuição para o aprimoramento dos serviços do sistema de juizados especiais", declarou Martins.

Na votação, também foram eleitos os juízes Johnny Gustavo Clemes e Guilherme Ribeiro Baldan, ambos do Tribunal de Justiça de Rondônia, para vice-presidente e secretário-geral da entidade, respectivamente.

Titular do 1º Juizado Especial Cível de Niterói (RJ), Alexandre Chini atuou como vice-presidente e secretário-geral do Fonaje na gestão anterior. Foi juiz auxiliar da Corregedoria Nacional de Justiça e, em outubro, tornou-se o primeiro juiz brasileiro eleito para um cargo na Cúpula Judicial Ibero-Americana.

Source: STJ

Comments

comments

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.