Presidente do STJ entrega reforma do auditório da Corte Especial

Presidente do STJ entrega reforma do auditório da Corte Especial

COMPARTILHAR

Na abertura do ano judiciário no Superior Tribunal de Justiça (STJ), nesta terça-feira (1º), o presidente, ministro Humberto Martins, entregou a reforma do auditório da Corte Especial.

Realizada com o objetivo de modernizar o espaço e adaptá-lo às novas necessidades do tribunal, a reforma teve como principais melhorias a instalação de um painel de LED de alta definição e a atualização do layout da corte, com aprimoramentos no ambiente acústico, na comunicação entre os participantes da sessão – tanto presencialmente quanto on-line – e nos recursos de acessibilidade.​​​​​​​​​

A sala de julgamentos da Corte Especial recebeu várias melhorias – entre elas, um painel de LED de alta definição. | Foto: Rafael Luz / STJ

Conduzida pelo ministro Martins, a sessão inaugural do ano judiciário contou com a presença dos presidentes da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Renata Gil, e da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Eduardo Brandão, além do presidente eleito do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Alberto Simonetti.

Em conjunto com a remodelação do espaço físico da Corte Especial, também será inaugurado um novo posto médico no local. As melhorias na estrutura do tribunal se estendem a outras áreas, a exemplo das obras de construção de uma rampa de acesso ao restaurante do STJ. A nova entrada facilitará o trânsito de pessoas com mobilidade reduzida. 

Melhorias buscam atender exigências da legislação

A reforma da Corte Especial busca não apenas oferecer um ambiente mais moderno e funcional para os ministros, membros do Ministério Público, advogados, servidores e todos aqueles que atuam no colegiado, mas também implementar a estrutura necessária para cumprir a legislação.

No caso dos advogados, por exemplo, o Código de Processo Civil, em seu artiguo 947, inciso 4º, prevê que os defensores possam sustentar por videoconferência nas sessões de julgamento. Entretanto, segundo a Seção de Áudio de Vídeo do tribunal, o painel que estava instalado na corte não tinha a nitidez e os recursos necessários para garantir, plenamente, esse tipo de participação virtual.​​​​​​​​​

A nova rampa de acesso ao restaurante, uma das novidades deste início de ano no tribunal, vai favorecer as pessoas com mobilidade reduzida. | Foto: Rafael Luz / STJ

Outra questão central para o STJ era atender a legislação brasileira sobre acessibilidade. Além da alta resolução, o novo painel possui tecnologia de manipulação de imagens em tempo real, possibilitando a projeção da imagem do intérprete de Libras diretamente na tela e com tamanho maior – facilitando, assim, a visualização das projeções a distância.

Além disso, a Corte Especial recebeu uma nova estrutura de madeira, necessária para implementar o novo sistema de sonorização das salas de julgamento. As instalações facilitam a propagação do som no espaço e evitam os problemas que haviam sido identificados, como a falta de compreensão do áudio ambiente.

Futuramente, estão previstos projetos como a implementação de um novo sistema de audiodescrição na transmissão das sessões e a ampliação do conceito adotado na Corte Especial para os demais colegiados do STJ.

Source: STJ

Comments

comments

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.