Na assinatura dos atos de autorização do 5G, Humberto Martins diz que...

Na assinatura dos atos de autorização do 5G, Humberto Martins diz que tecnologia vai revolucionar a Justiça

COMPARTILHAR

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do Conselho da Justiça Federal (CJF), ministro Humberto Martins, afirmou nesta terça-feira (7) que a implantação da rede 5G no Brasil vai revolucionar a vida de pessoas e empresas – e também o trabalho do Judiciário – de modo comparável ao impacto gerado pelo surgimento da internet.

A declaração foi feita na solenidade de assinatura dos termos de autorização para o uso das faixas de frequência da tecnologia 5G pelas empresas vencedoras do leilão. A cerimônia ocorreu no Palácio do Planalto e contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro e de diversos ministros de Estado.​​​​​​​​​

O ministro Humberto Martins discursou na cerimônia de assinatura dos termos de autorização do 5G. | Foto: Lucas Pricken / STJ

Segundo o presidente do STJ, a nova tecnologia de dados móveis trará grandes modificações para a prestação jurisdicional no país: "O acesso à Justiça será impactado positivamente pela tecnologia 5G, abrindo-se uma avenida de oportunidades para promover maior agilidade, eficiência e transparência dos serviços prestados ao cidadão pelo Poder Judiciário".

O presidente Jair Bolsonaro anunciou que, até meados de 2022, todas as capitais brasileiras serão atendidas pela rede 5G. O ministro das Comunicações, Fábio Faria, acrescentou que o objetivo final é implementar o 5G em todos os municípios brasileiros e ao longo de toda a extensão da malha rodoviária federal.

Leia também:

Em evento sobre 5G, presidente do STJ diz que nova tecnologia vai revolucionar a forma de operar o direito

Ministro Humberto Martins fala a alunos de direito sobre impactos da tecnologia 5G no Judiciário

Em palestra na PUC Campinas, presidente do STJ avalia impactos da tecnologia 5G no Judiciário

Source: STJ

Comments

comments

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.