Espaço Cultural STJ reabre para visitação com a exposição Brasília: 60 anos...

Espaço Cultural STJ reabre para visitação com a exposição Brasília: 60 anos de céu e luz

COMPARTILHAR

Com o retorno das atividades presenciais no Superior Tribunal de Justiça (STJ), instituído pela Resolução STJ/GP 9/2022, o Espaço Cultural do tribunal está reaberto para visitação do público com a exposição Brasília: 60 anos de céu e luz, do artista plástico Fernando Rabuja.

Nesta terça-feira (19), o artista estará no Espaço Cultural STJ para receber o público visitante e falar sobre seu trabalho e as perspectivas das obras que integram a exposição.

Nascido em Brasília, Fernando Rabuja retrata em suas obras a capital, contrastando a "sinuosa arquitetura de Niemeyer" com "a labuta diária do povo candango". Nessa mostra, o aquarelista apresenta pinturas que revelam o retrato de uma cidade cercada por belezas naturais e pelo avançar do concreto. 

Clique aqui para acessar a galeria virtual da exposição no Flickr.

A exposição já está aberta à visitação presencial na sede do STJ, das 9h às 19h, de segunda a sexta-feira, até o dia 20 de maio.

Para informações adicionais, os telefones de contato são: (61) 3319-8460 ou (61) 3319-8373. O endereço do STJ é SAFS Quadra 06, Lote 01, Trecho III – Edifício Plenários, 2º andar.

Medidas sanitárias de ##prevenção## estão mantidas

Para aqueles que desejarem ingressar nas dependências do tribunal, é importante ressaltar que o retorno das atividades presenciais no STJ acontece com a manutenção de todas as medidas de ##prevenção## orientadas pela Secretaria de Serviços Integrados de Saúde.

Essas medidas são: medição da temperatura corporal por meio de termômetro infravermelho – sem contato; disponibilização de álcool em gel 70% para a higienização das mãos; utilização de máscara de proteção facial que cubra o nariz e a boca; e apresentação do comprovante de vacinação, físico ou digital (ConecteSUS), com pelos menos duas doses – ou dose única, conforme a vacina.

Mais sobre o artista

O brasiliense Fernando Rabuja retrata em suas aquarelas a cidade de Brasília, com suas cores, formas e jeitos de apreciar o pôr do sol no degradê de laranjas, rosas e vermelhos.

Traz em seus quadros a força dos azulejos de Athos Bulcão, o verde do Parque da Cidade, os ruídos do aeroporto Juscelino Kubitschek, o Lago Paranoá e sua orla, as ruas infladas de carros, a faixa de pedestre – tão famosa por seu uso, a Torre de TV com seu chafariz, entre outros temas ligados à capital do país.

Nessa mostra, especialmente planejada para o ano em que se comemorou o 60º aniversário da cidade, o aquarelista apresenta pinturas que revelam as expressões de quem pertence ao "quadradinho", como é carinhosamente conhecido o Distrito Federal.

Source: STJ

Comments

comments

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.