Comissão presidida pelo ministro Cueva divulga calendário de audiências públicas sobre inteligência...

Comissão presidida pelo ministro Cueva divulga calendário de audiências públicas sobre inteligência artificial

COMPARTILHAR

A comissão de juristas que auxiliará o Senado Federal na redação de substitutivo para a regulamentação da inteligência artificial no Brasil – presidida pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Villas Bôas Cueva – divulgou a sua programação de audiências públicas, marcadas para os dias 28 e 29 de abril e 12 e 13 de maio. As sessões poderão ser acompanhadas por meio do canal do Senado no YouTube.

A partir dos trabalhos da comissão – que tem o prazo de 120 dias para concluir as suas atividades, contado da data de instalação –, os senadores vão elaborar substitutivo para os Projetos de Lei 5.051/2019, 21/2020 e 872/2021, que têm como objetivo estabelecer princípios, regras, diretrizes e fundamentos para regular o desenvolvimento e a aplicação da inteligência artificial no Brasil.

Composta por 18 juristas, a comissão deverá considerar as novidades da legislação brasileira em relação à proteção de dados, além dos exemplos internacionais de diretrizes para o uso ético da inteligência artificial – como no âmbito da União Europeia e da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Para as audiências públicas, foram estabelecidos quatro eixos temáticos principais: conceitos, compreensão e classificação de inteligência artificial; impactos da inteligência artificial; direitos e deveres; e accountability, governança e fiscalização. Dentro desses eixos temáticos, estão previstos 12 painéis, para os quais foram convidados juristas e especialistas de diversas áreas, como tecnologia, inclusão digital e regulação.  

Confira a programação completa

Dia 28/04, Eixo 1 – Conceitos, compreensão e classificação de inteligência artificial

9h às 10h45, Painel 1 – Inteligência artificial e regulação: objeto a ser regulado e aspectos sócio-técnicos

Moderação: ministro Villas Bôas Cueva, presidente da comissão de juristas.

Convidados:

● Virgílio Almeida – Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);

● Silvio Meira – Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Porto Digital;

● Silvana Bahia – Olabi e PretaLab;

● Loren Spíndola – Associação Brasileira das Empresas Brasileiras de Software (Abes);

● Tanara Lauschner – Universidade Federal do Amazonas e Comitê Gestor da Internet (CGI.br).

10h45 às 12h30, Painel 2 – Inteligência artificial e regulação: modelos de regulação e abordagem

Moderação: Laura Schertel Mendes e Estela Aranha, relatora, membro da comissão de juristas.

Convidados:

● Luca Belli – Fundação Getulio Vargas (FGV/RJ);

● José Renato Laranjeiras – Lapin;

● Tainá Aguiar Junquilho – Universidade de Brasília (UnB) e Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP);

● Ana Paula Bialer – Bialer Falsetti Associados;

● Ivar Hartmann – Instituto de Ensino Superior em Negócios, Direito e Engenharia (Insper).

14h às 15h45, Painel 3 – Inteligência artificial e regulação: fundamentos e princípios

Moderação: Clara Iglesias e Miriam Wimmer, membros da comissão de juristas.

Convidados:

● Dora Kaufman – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP);

● Gabrielle Bezerra Sales Sarlet – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS);

● Caroline Tauk – juíza federal no Rio de Janeiro;

● Edson Prestes – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS);

● Paulo Rená da Silva Santarém – Instituto de Referência em Internet e Sociedade (Iris).

Dia 29/04, Eixo 2 – Impactos da inteligência artificial

9h às 10h45, Painel 4 – Contexto econômico-social e benefícios: desenvolvimento sustentável e bem-estar; concorrência e inovação; consumo e marketing, pesquisa e desenvolvimento de IA; bases de dados, direito autoral e mineração

Moderação: Mariana Valente e Victor Marcel Pinheiro, membros da Comissão de Juristas.

Convidados:

● Samanta Oliveira – Líder do Comitê de Proteção de Dados da ABO2O e DPO Brasil do Mercado Livre;

● Mariane Schettert –Observatório Político do Setor de Serviços;

● Rosilda Prates – P&D Brasil;

● Allan Rocha de Souza – Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e IBDAUTORAL;

● Rogéria Leoni Cruz – Hospital Israelita Albert Einstein.

10h45 às 12h30, Painel 5 – Experiências setoriais: Segurança pública, execução de políticas públicas, transformação digital nas empresas, educação e proteção à criança

Moderação: Bruno Bioni e Thiago Sombra, membros da comissão de juristas.

Convidados:

● Ig Bittencourt – Universidade Federal de Alagoas (UFAL);

● Pablo Nunes – coordenador adjunto do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (CESeC);

● Isabella Henriques – Instituto Alana;

● Jackline de Souza Conca – Ministério da Economia;

● Sergio Paulo Gallindo – Brasscom.

14h às 15h45, Painel 6 – Inteligência artificial e riscos: gradação de riscos; hipóteses de riscos inaceitáveis e princípio da precaução

Moderação: Ana Frazão, membro da comissão de juristas.

Convidados:

● Maria Cecília Oliveira Gomes – Data Privacy Brasil;

● Joamila Brito – PretaLab;

● Maria Luciano – Open Knowledge;

● João Paulo Cândia Veiga – Center for AI (USP/FAPESP/IBM);

● Heloisa Estellita – Fundação Getulio Vargas (FGV/SP).

Dia 12/05, Eixos 2 e 3 – Impactos da inteligência artificial / Direitos e deveres

9h às 10h45, Painel 7 – Inteligência artificial e riscos: vieses e discriminação

Moderação: Danilo Doneda, membro da comissão de juristas.

Convidados:

● Fernanda Carrera – Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);

● Jamila Venturini – codiretora executiva da Derechos Digitales, em que coordena os esforços da organização no tema de inteligência artificial e inclusão na América Latina;

● Tarcízio Silva – fellow pela Fundação Mozzila e curador na Desvelar;

● Livia Gouvêa Gomes – Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID);

● Silvio Almeida – Instituto Luiz Gama e FGV EAESP.

10h45 às 12h30, Painel 8 – Atributos do design sócio-técnico de confiabilidade da IA: segurança, acurácia, transparência, rastreabilidade e monitoramento

Moderação: Juliano Maranhão, membro da comissão de juristas.

Convidados:

● Diogo Cortiz – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP);

● Nina da Hora – cientista da computação, HackerAntirracist, pesquisadora de cibersegurança;

● Rodolfo Avelino – Laboratório de Tecnologias Livres (LabLivre) da UFABC;

● Marina Feferbaum – Fundação Getulio Vargas (FGV/SP);

● Fernanda Viegas – Google.

14h às 15h45, Painel 9 – Direitos e deveres: transparência e explicabilidade; revisão e o direito à intervenção humana; correção de vieses

Moderação: Claudia Lima Marques, membro da comissão de juristas.

Convidados:

● Teresa Moreira – Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad);

● Bianca Kremer – Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP) e Coding Rights;

● Ramon Vilarino – doutorando em filosofia e ciência da computação pela Universidade da California, Berkeley e membro do grupo de pesquisa Berkeley Equity and Access in Algorithms, Mechanisms, and Optimization (BEAAMO);

● Renato Leite Monteiro – Data Privacy Brasil e Twitter;

● Diego Machado – Universidade Federal de Viçosa (UFV).

Dia 13/05, Eixo 4 – Accountability, governança e fiscalização

9h às 10h45, Painel 10 – Regimes de responsabilidade civil

Moderação: Filipe Medon e Danilo Doneda, membros da comissão de juristas.

Convidados:

● Caitlin Mulholland – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC/RJ);

● Rony Vainzof – Fecomércio e Opice Blum, Bruno e Vainzof Advogados;

● Bruno Miragem – Instituto Brasileiro de Política e Direito do Consumidor (Brasilcon);

● Nelson Rosenvald – Instituto Brasileiro de Estudos de Responsabilidade Civil (Iberc);

● Gisela Sampaio – BMA Advogados.

10h45 às 12h30, Painel 11 – Arranjos institucionais de fiscalização: comando e controle, regulação responsiva e o debate sobre órgão regulador

Moderação: Fabrício da Mota Alves e Frederico Quadros, membros da comissão de juristas.

Convidados:

● Paloma Mendes – Associação Brasileira de Governança Pública de Dados Pessoais;

● Fernando Filgueiras – Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);

● Andriei Gutierrez – Câmara Brasileira da Economia Digital (camara-e.net);

● Raquel Lima Saraiva – Instituto de Pesquisa em Direito e Tecnologia do Recife (IP.rec);

● Rafael Zanatta – Associação Data Privacy Brasil de Pesquisa.

14h às 15h45, Painel 12 – Instrumentos regulatórios para inovação: códigos éticos e melhores práticas; avaliações de impacto; sandboxes e outros

Moderador: Georges Abboud, membro da comissão de juristas.

Convidados:

● Marcela Mattiuzzo – Instituto Brasileiro de Estudos de Concorrência, Consumo e Comércio internacional (IBRAC);

● Marcela Carvalho – Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI);

● Ricardo Campos – Universidade de Frankfurt e Opice Blum, Bruno e Vainzof Advogados;

● Norberto Andrade – Meta;

● Carlos Affonso – Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e Instituto de Tecnologia e Sociedade (ITS/Rio).

Source: STJ

Comments

comments

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.